1. 1

Voltemos ao Evangalho!
Publicado em 2015-07-20

“Porque, vos recordais, irmãos, do nosso labor e fadiga; e de como, noite e dia labutando para não vivermos à custa de nenhum de vós, vos proclamamos o evangelho de Deus” - 1 Tessalonicenses 2: 9.

Tenho a impressão de que algumas pessoas entendem que o Evangelho de Cristo é destinado exclusivamente para os incrédulos e, portanto, cristãos não devem ser mais o alvo dessas “boas novas”. Falar que é necessário “evangelizar a igreja ou os nossos irmãos” chega a soar estranho para aqueles que pensam assim. Confesso que realmente não é tão usual em nosso contexto brasileiro o uso dessas expressões nos círculos eclesiásticos. Porém, o que eu percebo é que essa prática enfatiza somente a mensagem salvadora do evangelho e não a mensagem santificadora e transformadora que ele também carrega em si mesmo. O grande equívoco nessa maneira de pensar reside na restrição do evangelho ao escopo apenas do plano de salvação.

Contudo, o evangelho oferece muito mais do que a pura salvação do pecador. O evangelho visa também resgatar o homem caído, transformando-o no homem perfeito pré-queda. O evangelho liberta da escravidão do pecado e da miséria. O evangelho exala vida. Ele nos encoraja a sermos o que Deus sempre quis que nós fôssemos. Ele nos consola nas dificuldades e aflições, mas também nos exorta em nossas falhas. Ele alcança nossas ações, direcionando-as para a glória de Deus, sem deixar de lado as nossas motivações ou pensamentos embutidos nelas. Em síntese, o evangelho pleno alcança plenamente o homem em todas as áreas de sua vida.

Portanto, não devemos nos satisfazer com apenas uma parte do que o evangelho possui (a mensagem salvadora), mas precisamos nos apropriar de toda a mensagem que ele tem a nos oferecer. Por isso, irmãos, voltemos ao Evangelho!

Pr. Roni Santos




Voltar