1. 1

(EBD) Conversa ou comunicação – I Pedro 3. 8 - 17
Publicado em 2017-08-03

No domingo passado, falamos dos perigos e males do mau uso da palavra. Hoje, vamos ver o lado positivo, os benefícios e recompensas com o bom uso da palavra.

Conversar é falar, palestrar, discutir ou, na gíria, prosear. Comunicar é transmitir, informar. A comunicação é o processo verbal ou não verbal de transmitir uma informação a outra pessoa de maneira que ela entenda o que se está dizendo. A comunicação é o centro de todo o relacionamento.

A arte da boa comunicação consiste em: habilidade de ouvir (Tiago 1. 19); escolher o momento certo (Provérbios 25. 11); falar sempre a verdade, mas com amor (Efésios 4. 25) e cuidado no criticar (Gálatas 6.1). É preciso também cuidado com barreiras que podem interferir na boa comunicação (preconceitos, competição, egocentrismo, confiança traída).

O maior e melhor comunicador de todos é o próprio Deus. Na Bíblia, vemos como, desde o início da criação, o Senhor não só tem se revelado, mas também tem se comunicado com o homem das maneiras mais diversas, inclusive por meio de Jesus – o Deus encarnado (Hebreus 1.1). A comunicação do Senhor, por meio de Jesus Cristo, ressalta, mesmo com tantos outros meios de comunicação atuais, que a comunicação mais eficaz é a pessoal. Deus falou com Abraão dando uma ordem e fazendo uma promessa (Gênesis 12. 1 - 2). Com Moisés, usou a sarça ardente (Êxodo 3.4). Com Samuel, chamando-o quando já se preparava para dormir. Com Isaías, através de uma visão (Isaias 6. 6 - 7). Com Paulo, de uma forma traumatizante, no caminho para Damasco (Atos 9. 4 - 6). É pela comunicação que mantemos comunhão com Deus e os homens.

Mantendo comunhão perfeita com Deus, estaremos aptos para a boa comunicação, inclusive, com o nosso semelhante, preparados, para responder a todo aquele que nos pedir a razão da esperança que há em nós – a verdade do Evangelho (I Pedro 3. 15). Busquemos uma vida santa em que nossas palavras sejam benéficas e que sirvam de bom testemunho diante do nosso semelhante.

Pr. Miguel Horvath




Voltar