1. 1

Envolva-se
Publicado em 2016-09-16

Conta-se que, em uma fazenda onde o fazendeiro cuidava muito bem dos seus campos e tratava muito bem seus animais, a bicharada se reuniu para planejar uma festa de gratidão ao fazendeiro. Depois de terem definido o local da festa, começaram a planejar o que aconteceria e o que seria servido naquele evento. Os cachorros ficaram responsáveis pela segurança, os pássaros pela música da festa, o galo seria o orador oficial, a vaca ficou responsável por dar o leite, a galinha pelos ovos e o porco pelo bacon. Ao se envolverem, todos pagaram um preço, mas o envolvimento do porco custaria sua própria vida.

Envolver-se com algo ou alguém em profundidade custa muito, às vezes custa tempo, outras vezes custa o descanso, a paciência, a perseverança e claro que envolver-se, pode também custar dinheiro. Talvez por tudo isso, muitas pessoas preferem não se envolver com nada e muito menos com ninguém. Participam, mas não se envolvem, estão presentes, mas sem nenhum envolvimento efetivo.

Quando o povo de Israel se tornou cativo na Babilônia receberam a seguinte orientação: “Construam casas e habitem nelas; plantem jardins e comam de seus frutos. Casem-se e tenham filhos e filhas; escolham mulheres para casar-se com seus filhos e deem as suas filhas em casamento, para que também tenham filhos e filhas. Multipliquem-se e não diminuam. Busquem a prosperidade da cidade para a qual eu os deportei e orem ao Senhor em favor dela." (Jeremias 29.5-7)

Por mais estranho que pareça, Deus pediu que seu povo se envolvesse com aquela cidade. Eles foram orientados pelo próprio Deus a continuarem sua vida, mesmo estando geograficamente em outro lugar. Custou a eles? Claro que sim! Era um lugar desconhecido, um lugar onde não queriam estar, pessoas esquisitas, idioma diferente, mas era ali que eles deveriam viver por muitos anos.

Todos nós somos convocados a nos envolver, mesmo que não seja da maneira que queremos, em um lugar onde não gostamos e com pessoas que não temos tanta afinidade. Envolver-se custa, mas a recompensa excede qualquer custo.

Que Deus nos ajude a nos envolvermos motivados por Ele e para a glória dEle.

Pr. Denis Araujo




Voltar